terça-feira, 14 de agosto de 2012

Feridas

Feridas
Escrito por LunA Daimon




Não
Não deixe que as palavras
Corroam sua felicidade
Causando feridas amargas
Devorando-te sem piedade

Na raiva eu me perdi
Mas foi apenas por um momento
Momento este que eu queria sumir
Para não lhe causar o sofrimento

Deslizei-me sem querer
Pela explosão que fervilhava
Sem ao menos perceber
Que o arrependimento
Esmagava nossos sorrisos.

Agora os olhos
Permanecerão sempre abertos
Para cada ato simples e sincero
Pois não serei mais o carrasco
Que ceifará um sorriso tão belo
Que sempre tive, o seu.




Nenhum comentário:

Postar um comentário