sábado, 18 de agosto de 2012

Vazio

Vazio
Escrito por LunAh Kocskaas


A casa encontra-se escura
Uma música deprimente
Preenche os cantos vazios dos cômodos
Os pratos sobre a mesa estão cheios
Alimento não sacia mais a fome
Pois a saudade adentrou em meu corpo
Saudade que me tira as forças
Sugando-me até a  vida

Salve-me deste veneno fatal
Que está percorrendo minha mente
Minhas veias
Fazendo-me ficar mal

Abrace-me forte
Acorde-me com um beijo
Traga-me de volta
Aquece-me por inteiro
Torne meus dias mais quentes
Pois me sinto congelando
Paralisando
Encontro-me em desespero

Sem vontades
Sem desejos
Sem nada além
Da saudade de estar contigo
Para sempre.


Nenhum comentário:

Postar um comentário